Conheças as três principais doenças que podem ser contraídas em piscinas com água contaminada

Cloro para Piscina - Duas crianças pulando em uma pisca de água azul

A entrada da primavera traz dias mais quentes e, junto com a estação das flores, chega a vontade de mergulhar em uma piscina de água fresca e cristalina. O lazer, a segurança e saúde dos banhistas dependem do tratamento adequado da água com o hth® cloro para piscina, livre de ácido cianúrico.

A aplicação correta do cloro para piscina, livre de ácido cianúrico, evita o surgimento de doenças de pele e outras complicações de saúde, que vamos conhecer mais a fundo neste post.

Bactérias na piscina podem provocar otite externa

A otite externa é um problema provocado pela entrada de água no ouvido, gerando a otalgia, ou dor de ouvido. Crianças e nadadores são os que mais sofrem com a doença, originada pela presença de bactérias na água da piscina não tratada.

Ao entrar no canal auricular, a água contaminada provoca uma infecção do canal auditivo externo, o que poderia ser evitado com a aplicação do cloro na água.

Infecção Respiratória

A infecção respiratória é uma doença decorrente da contaminação pela bactéria legionella. Ao inalar o vapor ou névoa de uma água contaminada, o banhista pode contrair a febre de pontiac (manifestação mais simples da doença e com sintomas semelhantes aos da gripe) e até uma pneumonia severa, através da manifestação mais grave da doença.

Por isso é tão importante realizar a aplicação do hth® cloro para piscina periodicamente, sempre após analisar os parâmetros da alcalinidade e pH da água. O tratamento da piscina apresenta melhores resultados com o uso do cloro livre de ácido cianúrico. Esse composto químico, presente nas formulações de cloro estabilizado também conhecidos como Dicloro e/ou Tricloro, em excesso na piscina pode prejudicar a eficácia antimicrobiana do cloro.

Diarreia

Uma das doenças que podem ser contraídas em piscinas sem tratamento adequado é a diarreia. Algumas bactérias, incluindo a Escherichia coli, o Norovírus e o Rotavírus, podem transmitir a doença caso tenham contaminado a água.

Pessoas com diarreia não devem entrar na piscina e crianças com fraldas devem ser levadas ao banheiro a cada uma hora para evitar o risco de contaminação.

Embora muitas pessoas não deem a devida importância à diarreia e outros sintomas relacionados a doença – se não tratada a tempo – pode causar desidratação e complicações mais graves, principalmente em crianças e idosos.

Tratamento com Cloro para Piscina livre de Ácido Cianúrico

Evitar todos esses problemas de saúde e muitos outros depende apenas de alguns passos simples. O mais importante deles é saber aplicar o cloro adequado, na dosagem ideal e na frequência apropriada.

A HTH® oferece uma linha completo de produtos para tratamento de piscina, com destaque para o hth® Cloro Aditivado Mineral Brilliance 10 em 1 e hth® Cloro Concentrado Tradicional, ambos livre de ácido cianúrico. A formulação dos produtos combina hipoclorito de cálcio e demais ingredientes que atuam em conjunto para eliminar os germes e bactérias.

Acesse e conheça nossos produtos!

Fonte: https://www.cdc.gov/healthywater/swimming/swimmers/rwi.html

Adicione seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *