Natação auxilia no desenvolvimento de crianças e adolescentes autistas

cuidados com a piscina - hth

O autismo é um transtorno global do desenvolvimento que pode se manifestar em crianças antes dos três anos. Logo, a pessoa que apresenta o quadro clínico de autismo apresenta dificuldades no que diz respeito à interação social. Portanto, há problemas na comunicação, a atenção é restrita e os movimentos são repetitivos. 

Para ajudar os portadores de autismo, muitos especialistas vêm usando esportes como a natação, que tem de ser praticada após alguns cuidados com a piscina. Então, apesar de parecer um desafio, o tratamento de crianças e adolescentes autistas têm tido resultados perceptíveis e animadores nos últimos tempos. 

Natação para estimular o autista

Toda criança precisa ser estimulada para que aprenda e desenvolva todas as suas habilidades motoras e cognitivas. Assim, no caso do autismo, é necessário um maior empenho e paciência para que a criança absorva as informações e aprendizado lentamente.

Decerto, existem diferentes formas de realizar tratamento de pessoas com autismo, como o uso de músicas, brinquedos, animais e objetos que chamem a atenção delas.

Contudo, uma das principais dificuldades do autista é a organização espaço temporal. Ou seja, a capacidade que cada um tem de entender e poder se orientar e se situar em relação aos objetos ao redor, às pessoas e ao nosso próprio corpo em um determinado espaço.

Desse modo, os autistas não entendem e não conseguem assimilar com facilidade direita ou à esquerda; frente ou atrás; em cima ou embaixo. Por isso o tratamento requer muita paciência e repetição para melhor fixação. 

Nesse sentido, a natação tem se mostrado um esporte aliado no tratamento para amenizar as dificuldades do autista. Pois esse esporte aquático trabalha com diversos estímulos, fortalecimento corporal e outros desenvolvimentos necessários. 

Mas vale salientar que a prática da natação deve sempre ser realizada após cuidados com a piscina. Logo, isso envolve a avaliação dos parâmetros da água como: pH, alcalinidade, cloro livre e ácido cianurico, com a  hth® Fita Teste e a aplicação de cloro para piscina como o hth® Cloro Tradicional ou hth® Cloro Mineral Brilliance, bem como outros tratamentos adjacentes. 

Tratamento que mostrou avanços

Tendo resultados positivos, a natação mostrou muito avanços no tratamento de crianças com espectro do autismo, ajudando no desenvolvimento psicossocial. Em suma, este tipo de atividade ajuda na reabilitação, buscando alcançar uma maior socialização dessas crianças. Além disso, promove o bem-estar e o desenvolvimento psicomotor.

A natação é um esporte que desenvolve um trabalho corporal completo. Sendo assim, oferece diversas possibilidades para que os autistas apresentem um melhor desenvolvimento motor. As aulas de natação, por exemplo, ajudam também na percepção “espaço-tempo” do autista. Afinal, ele vai conhecer a piscina onde vai nadar, os brinquedos e equipamentos que irá utilizar durante os treinos.

Da mesma forma, pode aprender a guardar cada objeto em seu lugar, o que o estimula a memorizar cada local. Desta forma, a criança começa a ter um senso de organização e memoriza melhor as informações necessárias para realizar a atividade.

Natação e a adaptação na piscina limpa

Ao realizar aulas de natação uma criança ou adolescente autista tem a oportunidade de se adaptar em um diferente espaço físico (a água limpa da piscina). Do mesmo modo, vai desenvolver o conhecimento corporal, ter independência ao conseguir se deslocar sem ajuda, aplicando no cotidiano.

Então, é preciso que – durante o treinamento – a criança seja incentivada e reconhecida após cada limite e esforço ultrapassado. Vale lembrar que o autista apresenta déficit de atenção, por isso, o professor deve sempre dar atenção e exclusividade a essa criança.

Cada movimento ou esforço que ele realizar deve ser reconhecido, por mais simples que seja, já que para ele é um grande avanço.
É importante expressar quando a criança realiza acertos ou erros, ela tem dificuldade em expressar seus sentimentos e pensamentos, mas precisa aprender a reconhecer quando os outros o expressam.

Isso facilita sua própria expressão. Por detalhes como esse é que a natação trabalha o lado social da criança. Eles têm dificuldades em manter uma interação com naturalidade como nós. Ao estabelecer uma relação com o professor, que exija respeito, confiança e contato, muitas vezes participando de atividades com outras crianças, o aluno é obrigado a ceder e quebra uma “barreira” neste quesito.

Outro aspecto positivo da natação é a função relaxante. Muitos autistas já apresentaram crises de auto agressão ou agressão aos outros e a natação ajuda aliviar tensões por ser prazerosa, ser realizada de forma lúdica.

Atividades como tocar, deitar, deslizar, mergulhar, jogar água para cima, brincar de bater na água, tudo isso diverte e canaliza as tensões da criança.
Apesar de não ser um método muito conhecido é um esporte que tem resultados muito positivos e pode ajudar no desenvolvimento dessas crianças e adolescentes de diversas formas. 

Alguns cuidados importantes no tratamento de piscina

Para que todas as atividades sejam seguras e prazerosos é preciso sempre manter alguns cuidados com a piscina. Antes de realizar este tipo de tratamento dentro de uma piscina você tem que ficar de olho na qualidade da água e na periodicidade de limpeza e manutenção.

Os níveis de ph e alcalinidade devem ser verificados e mantidos dentro de um padrão específico. O objetivo de utilizar a piscina é melhorar a qualidade de vida dessas pessoas, portanto, dê atenção ao tratamento da água. A aplicação de um cloro para piscina de boa procedência é extremamente importante, pois garante a sanitização e pureza da água da piscina. 

Se o assunto são os cuidados com a piscina, a hth® é líder e oferece os produtos de maior qualidade do mercado. A melhor empresa para produtos de piscina da América do Sul que cuidar da segurança da sua família. 

Adicione seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *