Natação Brasileira realiza melhor desempenho da história no Pan 2019

Jogos Pan Americanos Lima 2019 - Como tratar a piscina HTH

Os jogos Pan Americanos realizados em Lima, no Peru, entre 26 de julho e 11 de agosto, marcam a história da natação Brasileira. Afinal, a equipe canarinha obteve o melhor desempenho de todos os tempos.

Desempenho homogêneo em Lima

Um fator importante que chamou a atenção na delegação brasileira de natação: dos 34 atletas que estiveram em Lima, 31 voltaram para a casa com uma medalha no pescoço.

De fato, a melhor campanha do Brasil na natação em um Pan Americano deve-se também à ausência dos melhores nomes da modalidade dos Estados Unidos e do Canadá. 

Foram 30 medalhas e a superação de todas as expectativas que antecederam os jogos, inclusive com quebras de recordes.

Pode-se dizer que o bom desempenho foi resultado de muito treino e também de piscinas bem tratadas, inclusive com o uso de produtos para eliminar a oleosidade da piscina

A presença de óleo é muito comum nas piscinas de competição, haja vista o grande número de nadadores que transpiram e usam protetores e outros produtos oleosos.

Por isso, em piscinas olímpicas e até nas residências, é essencial saber como tratar a piscina e melhorar a qualidade da água. 

Piscinas de competição exigem tratamento especial

Imagine esse tipo de competição que reúne centenas de atletas entrando e saindo da água a todo momento.

Além disso, ocorrem também os treinos, enquanto as provas oficiais não acontecem. Com tanta movimentação na água, o recinto tem que estar sempre limpo e o tratamento é constante. 

Um dos primeiros efeitos que acontece na água em razão da presença de muitos banhistas ou atletas é o aumento da oleosidade na água.

Decerto, a água pode dissolver praticamente qualquer coisa. Contudo, uma coisa que não pode dissolver é o óleo. 

A explicação é que os elétrons nas moléculas de hidrocarbonetos, como o óleo, não são semelhantes à água.

Sendo assim, elas se repelem. Por exemplo, se o óleo é adicionado a uma garrafa de água e agitado, notará as moléculas de cada substância separadas umas das outras.

O óleo irá flutuar porque os hidrocarbonetos são mais leves que a água. Em uma piscina de competição ou residencial, o óleo pode ser introduzido de várias maneiras – loções, protetores solares, desodorantes, maquiagens e produtos capilares.

Além disso, a própria oleosidade do corpo dos banhistas vai para a água. Vale dizer que o óleo contamina a água da piscina, podendo causar inúmeros problemas. 

O óleo se combina com pequenas partículas de sujeira e detritos para formar uma espuma. Essa espuma, então, fica aderida à borda da piscina, aos equipamentos de filtragem, ao fundo do recinto e suas paredes.

Para eliminar a oleosidade na piscina, a hth® tem os produtos mais indicados, como veremos a seguir:

hth® Elimina Oleosidade 

Para que a água da piscina fique livre da opacidade, o ideal é que seja aplicado o hth® Elimina Oleosidade. O produto é formulado com enzimas que dissolvem os resíduos de óleo que contaminam a água. 

hth® Limpa Bordas

Além da água, do fundo e das paredes da piscina, as bordas também costumam reter a oleosidade. Assim, recomendamos o uso do hth® Limpa Bordas, um produto com ação detergente. 

De fato, este é o produto ideal para toda a limpeza da borda de piscina, seja ela de vinil, fibra ou azulejo. Outra vantagem é que sua formulação não interfere na purificação da água.

Verificar a qualidade da água da piscina é importante

Independentemente da presença ou não de oleosidade na piscina, o recinto requer cuidados frequentes. Ainda mais no caso das piscinas de clubes e locais mais frequentados.

Avalie os parâmetros da água: alcalinidade, pH, cloro livre e ácido cianúrico com a hth® Fita Teste, se necessário, ajuste os com outros produtos da hth®.

Acesse hth® e conheça a linha completa de produtos para tratamento de piscina

Adicione seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *