Por que sinto dor de ouvido após tomar um banho de piscina?

tratamento para água de piscina

Estudos apontam que 8 em cada 10 crianças sentem dor de ouvido provocada pela otite, um processo inflamatório, que pode ser desencadeado pela água da piscina. Limpar piscina regularmente e da forma adequada pode evitar a contaminação do canal auditivo por fungos e bactérias quando um pouco de água fica acumulada dentro do ouvido.

Saiba neste post os tipos mais comuns de otite e como amenizar o problema tratando a água da piscina com os produtos ideais!

O que é a otite e por que ela afeta mais as crianças?

Assim que os sintomas de dor de ouvido começam é preciso ficar atento à uma possível inflamação do ouvido, conhecida como otite. Algumas pesquisas feitas nos Estados Unidos apontam que 50% dos antibióticos prescritos para crianças até os 6 anos de idade são para tratar infecções de ouvido.

A primeira razão para esse fato é o costume dos pequenos em brincar na piscina. Outro motivo é a prática de natação, um esporte comum entre o grupo infantil justamente pelo bom desenvolvimento corporal que proporciona.

Tipos de otite

A otite média é muitas vezes de origem bacteriana e geralmente sucede uma crise de rinite, faringite ou resfriado. A inflamação se desenvolve logo atrás do tímpano e pode até mesmo perfurá-lo. A dor é o primeiro sintoma da otite média aguda.

Nas crianças, os sinais da otite média podem ser febre, mudanças de comportamento, falta de apetite, sono perturbado, choro e toque constante na orelha.

Já a otite externa é provocada pela inflamação do canal auditivo externo, o canal que entra na massa óssea e conduz sons do exterior para o tímpano. A inflamação pode ser por traumas, como o mau uso do dos cotonetes, por exemplo.

Mas é especialmente a presença e a estagnação da água no canal auditivo que pode originar a inflamação. E se a água da piscina estiver contaminada por fungos e bactérias, o quadro de infecção pode piorar.

Mas como tratar a água da piscina corretamente? É o que veremos a seguir.

Evite infecções de ouvido tratando a água da sua piscina!

Aproveitar os dias de sol em uma piscina limpa e descontaminada é o ideal para quem deseja curtir o lazer livre de fungos, algas, bactérias e vírus. Vale lembrar que a presença desses agentes contaminantes não só causam problemas de ouvido, como geram alergias, dermatites e outros problemas de pele.

Por isso, faça o tratamento da água da piscina periodicamente. O recomendado é tratar a água com o hth® cloro granulado livre de ácido cianúrico.

Para saber se os níveis de cloro da sua piscina estão adequados, faça o teste com a hth® Fita Teste. As cores da fita teste apontarão os níveis de alcalinidade, pH ácido cianúrico e cloro livre da água, e poderão ser comparadas com as cores do rótulo para que você conheça o passo a passo de tratamento da água.

Feito isso, utilize os cloros da hth que são livres de ácido cianúrico. O residual de cloro da piscina deve estar entre 1 a 3 ppm, para garantir a sanitização e uma água saudável livre de bactérias.

Uma dica importante: Não se esqueça de utilizar uma toalha para secar bem os ouvidos e inclinar a cabeça para manter cada orelha voltada para baixo para permitir que a água escape do canal auditivo.

Conheça a linha completa de tratamento para piscina da hth®.

Fonte: Portal Otorrino

Adicione seu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *